Publicado por: Pé no Pedal | 14/05/2009

Boletim de Viagem Transoceânica #4

Cheio de novidades!

As últimas notícias sobre a nossa viagem fantástica! Dessa vez, copiei o e-mail que enviou, fiz algumas correções e publiquei para transmitir um pouco do sentimento dele com a viagem. Vamos aos fatos e relatos!


“Olá pessoal!

Hoje o pedal foi terrível, muito difícil, cheguei próximo dos 4.100 m de altitude e, mais do que nunca, estou com o pulmão de atleta!

Foram quase 100 km pedalados, entre asfalto e pedras, povoados pelo caminho muito simpáticos e em um deles, vejam só, virei atração, tirei algumas fotos inclusive.

Fui convidado para comer o Cuy, é uma espécie de Preá muito apreciado por aqui, não encarei por não comer carne vermelha e recusei da seguinte forma: Yo no como carne a más de 23 años, tengo problema de salud… Foi o jeito de não fazer desfeita, pois são muito acolhedores.

Estou bem cansado, acredito ter perdido uns 3 kilos, dá para ver na minha barriga, a danada tá lá nas costas!” – se diverte o AFrank.

“O ciclocomputador deu problema, mas acredito ter rodado no total mais de 600 km e agora falta pouco, esse caminho que resolvi fazer é mais curto mas nem por isso é mais fácil.

Talvez chegue antes de segunda no destino final, o problema que continua são as informações desencontradas, cada um fala uma coisa, uns dizem que falta 200 km, outros 250 km…” – mas cá para nós, 50 km a mais ou a menos para ele é fichinha! rsss

“É complicado planejar isso, principalmente porque este caminho não estava nos meus planos.

Não me arriscarei, não pensarei duas vezes em pedir uma carona ou pegar um ônibus para cobrir determinado trecho que seja mais perigoso”. Ele se refere a nossa preocupação mesmo antes da viagem, na fase do planejamento, com a integridade física, segurança dos equipamentos e a saúde.

“Vou ficando por aqui, entro em contato novamente quando estiver em Arequipa, de repente na sexta ou sábado.

Um abraco a todos,
Alexandre Franklin
Yauri
Perú

4100 metros – 15 graus de média – 100 km percorridos – total 600 km mais alguma coisa”.

É isso pessoal, hard core total!

Equipe Pé no Pedal
penopedalbrasil@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: